Ivone Leão

Google+ Followers

domingo, 27 de março de 2016

Vitamina D a revolução

Olá queridos leitores, hoje eu venho para disponibilizar informações a respeito do pró hormônio também conhecido como vitamina D que vem se mostrando eficiente no tratamento de inúmeras síndromes e doenças diversas de maneira eficiente. Apesar de eu conhece-la alguns anos ainda não havia organizado um material aqui no Blogue.

O que ocorre é que depois de décadas de um modelo sintético de medicação médicos, cientistas e terapeutas que reconhecem estarmos vivendo uma verdadeira epidemia de doenças autoimunes nas populações, inconformados com a falta de um tratamento e prevenção que vem inchando o sistema público de saúde e devastando famílias, apesar de forte represália da indústria estabelecida, acabam por vencer barreiras mostrando de maneira efetiva o resultado do uso com dosagens especificas.

No Brasil o Dr. Cícero Coimbra foi pioneiro ao defender um método de tratamento para diversos males através dela.

D um poderoso hormônio imunomodulador 
9 entre 10 pessoas tem deficiência

2013 a vitamina D e a esclerose múltipla






2013 a vitamina D e o mal de Alzheimer



Vitamina D a depressão e neuro degeneração como mal de Parkinson (2013)




Altas doses de vitamina D (2015)



Vitamina D e o Zica Vírus (2015)





Vitamina D no tratamento de vitiligo e psoríase site de Dr. Júlio Caleiro

Um estudo publicado em março de 2013, na revista Dermato Endocrinology, teve como finalidade verificar a eficácia e segurança no tratamento em longo prazo de altas doses de vitamina D3 em pacientes com psoríase e vitiligo.

O pesquisador Dr. Danilo C. Finamor, médico dermatologista, da Universidade Federal de São Paulo e sua equipe, recrutaram nove pacientes com psoríase e dezesseis com vitiligo, que receberam uma alta dose de vitamina D3 uma vez ao dia em um prazo de 6 meses, combinado com uma dieta pobre em cálcio e uma ingestão de água de no mínimo 2,5 litros por dia.

Todos os pacientes com psoríase foram avaliados de acordo com o Índice da Gravidade da Área Afectada pela Psoríase ” (PASI) no início do estudo e ao término do tratamento. O medidor PASI mede a severidade e a gravidade da psoríase. Após o tratamento, os níveis de vitamina D3 aumentaram significativamente. A pontuação PASI melhorou de maneira significativa em todos os nove pacientes com psoríase.

Quatorze dos dezesseis pacientes com vitiligo tiveram de 25 à 75% de repigmentação! A uréia sérica, creatinina e o cálcio (total e ionizado) não se alteraram e a excreção do cálcio urinário aumentou dentro do espaço de normalidade. Os autores concluiram:

“A terapia com altas doses de vitamina D3 pode ser segura e eficaz para pacientes com psoríase e vitiligo”.


Divulgue!

Um grande abraço 
Ivone Leão
Amor a Vida!

Nenhum comentário: