Ivone Leão

Google+ Followers

sábado, 16 de julho de 2011

A balança e o tempo



Eu pessoalmente nunca tive problemas com a balança, além de ter uma genética que favorece, meus assaltos a geladeira desde menina foram em direção a gaveta de legumes, sorte minha sempre gostei de tomate, cenoura, saladinha de pepino!

Mas apesar disso algumas vezes já sai um pouco do peso. Nos últimos dois anos devido a questões pessoais e aborrecimentos incontestáveis subi quase 10 quilos na balança, passei de bem magra para levemente acima do peso, conto também com o favorecimento da altura.

Eu não fiz nenhum “regime” desses milagrosos e de efeitos devastadores para nosso organismo.

Simplesmente assim que consegui organizar minha rotina, ia ao trabalho a pé num percurso lindo a margem de um rio que corta a cidade que moro atualmente.
Sem a ansiedade que me acompanhou nesses tempos passados, me dedico a tudo que faço com grande prazer e serenidade.

E claro praticando minha habitual alimentação equilibrada sem nenhum sacrifício, em 06 meses de vida organizada conquistei naturalmente um peso bacana.

Para 1.75m de altura, 60quilos que é meu ideal, nem acima nem abaixo!!

Mas você pode pensar, mas ela  tem a genética e altura que favorecem, e eu digo não, eu tenho a favor vários fatores, estar com as emoções equilibradas, ter o hábito de andar a pé, e sobretudo ter uma ótima alimentação, é esse o conjunto ideal!!

Pesquisas comprovam que apenas exercícios físicos não queimam calorias, e apenas baixas calorias não constroem um corpo definido e saudável, bom é usar a velha fórmula do “equilíbrio”.

Lembrando conversas com minha querida amiga Bruna, ela dizia que não gostava dessa história de fazer regime, pois logo acaba com o bumbum, além de não garantir que a barriguinha suma...

Afirmo que é uma super verdade, pois alimentos como refrigerantes, chocolate, salgadinhos, doces, são compostos por açucares e gorduras que por serem metabolizados com extrema rapidez provocam a barriga tão comum até em pessoas bem jovens e mesmo temporariamente magras, tanto quanto promovem doenças vasculares, triglicérides, diabetes  entre outras que mesmo crianças já apresentam.

As estatísticas conferem que as mães oferecem a criancinhas de dois anos de idade refrigerantes e salgadinhos! Mas como isso! Que falta de informação esta assolando as sociedades no que se refere à boa alimentação!

Saiba que para a mulher os altos teores de gorduras consumidos na infância provocam distúrbios hormonais que por sua vez ocasionam a menstruação precoce tornando assim maior o risco de um câncer de mama no futuro.

Do mesmo modo que param os homens a dieta também tem muita influencia no de Câncer de próstata. Nos EUA 30% dos homens entre 30 a 40 anos de idade, tem células cancerosas.  Na idade de 50 anos, 40%.

Pra fecharmos por hora esse assunto a grande meta é reduzir as gorduras e açucares contidos nos alimentos especialmente industrializados, e fazermos um caminho de volta a alimentos como cereais integrais, leguminosas, legumes, verduras, sementes, pois eles possuem os nutrientes necessários para a manutenção da saúde física e emocional e usar carnes e  laticínios, para aqueles que gostam, como complementos do prato em pequenas quantidades.

Desenvolver relações afetivas compensadoras, aprendendo a conhecer nossas necessidades, livrando-nos de vícios de relações, de situações, de consumos e costumes sem medo de viver a crise da abstinência.
Para alcançarmos o equilíbrio por vezes precisamos ser corajosos a fim de superarmos medos e traumas, pois com certeza vale o esforço.

A experiência da vida é rápida e se a realizarmos nos auto mutilando com desequilíbrios quando alcançarmos a idade da serenidade que chega por volta dos cinqüenta anos não teremos mais vigor para saborearmos os frutos das sementes que plantamos, sejam ver filhos bem formados, netos, aquela casa sonhada, o patamar financeiro almejado, viagens, e tudo o mais que nosso coração possa ter sonhado...

Precisamos aprender a cultura do bem viver...


O Tempo

A vida é o dever que nós trouxemos para fazer em casa.
Quando se vê, já são seis horas!
Quando de vê, já é sexta-feira!
Quando se vê, já é natal...
Quando se vê, já terminou o ano...
Quando se vê perdemos o amor da nossa vida.
Quando se vê passaram 50 anos!
Agora é tarde demais para ser reprovado...
Se me fosse dado um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio.
Seguiria sempre em frente e iria jogando pelo caminho a casca dourada e inútil das horas...
Seguraria o amor que está a minha frente e diria que eu o amo...
E tem mais: não deixe de fazer algo de que gosta devido à falta de tempo.
Não deixe de ter pessoas ao seu lado por puro medo de ser feliz.
A única falta que terá será a desse tempo que, infelizmente, nunca mais voltará.

Beijo, abraço amigo,
 Ivone Leão

6 comentários:

Mensagens abencoadoras!!! disse...

MInha amiga o que te dizer das suas palavras hem??
Espero que ja enha publicado muitos livros, e se nao, tenho certeza que esta a caminho! Tome posse desta promessa para sua vida em nome de Jesus!
Obrigada pelo carinho sempre no meu cantinho!!
Bju Ivone
Bom final de semana!!
Marly

Ivone Leão disse...

Doce Marli, só posso agradecer as palavras de estimulo e afeto de irmã!!

Bjo querida
Ótimo fim de semana flor de Deus!!
Ivone

ANGELO NICOLACE disse...

O tempo não para !
Porém, em um futuro não muito distante, o homem viajará através da psiconautica !

Ivone Leão disse...

Não sei o que vem a ser isso psiconautica, Angelo, é de comer rsrs

Brincadeiras a parte sei que muitos de nós seres humanos perdemos a consciencia de que o pensamento é a grande força criadora e chega em qualquer parte do mundo em uma fração de segundos!!

E tanto pode construir como destruir...

Cucchiaio pieno disse...

Cara Ivone
Preocupe-me muito com a minha alimentação, principalmente por ser vegetariana!
A vida é realmente um "sopro" e quando nos damos conta deixamos passar tantas belas oportunidades. Procurar "agarrar" o que a vida me oferece e ser feliz!
Abraços fraternos
Léia

ANGELO NICOLACE disse...

" O homem ainda se arrasta na Terra. Dia virá, não muito distante, que ele viajará através da psiconáutica, abandonando o corpo pesado, e voando na direção do infinito, pelas possibilidades inevitáveis do espírito que é."

Sheri Aurobindo