Ivone Leão

Google+ Followers

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Seu corpo está pedindo socorro!!


Eu conheci a Doraci através de meu irmão Alexander quando eram recém-casados, uma menina perto de seus dezoitos anos magrinha e com pouca experiência de vida como seria de esperar nessa idade. Eu não saberia dizer quantos anos viveram essa relação, mas não foram muitos antes que a morte viesse colher meu irmão que já passara por experiências bastante desafiadoras e de poeta, artista plástico e formação universitária arquiteto após passar num concurso tornou-se funcionário da policia civil devido a inúmeras ocorrências familiares o que não o levou a feliz destino desencarnando com pouco mais de trinta décadas de vida.

Quando vim a ter noticias da Doraci ou 'Dora' ela estava passando por um momento delicadíssimo na vida com câncer de mama e foi com muitos quilos a mais no corpo que a encontrei. 

Lembro nesse tempo dei a ela um livro chamado CORAGEM espirita kardecista por Chico Xavier que lhe caiu como uma luva, levantando o moral, astral, emocional e que segundo suas palavras na avaliação o médico  pouco antes da cirurgia lhe disse que o câncer estacionara no desenvolvimento.

De lá pra cá passou por volta de mais uma década.

Ainda com muitos quilos acima do peso ideal e com seu filho menor, apresentando semelhante problemática no que se refere a sobrepeso e obesidade, o menino Kelvin, tem sido assistido por um médico atencioso Dr. Márcio Bontempo de visão atualíssima sobre doenças, incluindo a obesidade, derivadas da alimentação industrializada, dessa forma ela acabou se interessando e aprendendo mais e mais sobre o assunto a que me dedico a especialização e pesquisa por volta de três anos da minha caminhada como pesquisadora dos variados setores da vida humana que em 2013 completa quarenta.

Dessa forma ela me passou um material importantíssimo que já tenho ciência mas que estou repassando à você por estar muito bem organizado e de fácil compreensão sobre como é composto o alimento industrializado que está na verdade vem perdendo o fóco de ser alimento para ser uma fórmula letal para o organismo humano. 

LEIA E IMPRIMA É IMPORTANTÍSSIMO
http://www.drmarciobontempo.com.br/artigo5.html

O link acima você acessa o Site do Dr. Marcio Bontempo de onde vem o material abaixo!
Boa leitura e passe pra frente! 

Aditivos e seus Efeitos no Organismo

Considera-se como aditivo alimentar toda substância ou composto incorporado a um produto alimentício, podendo ser considerado como Intencional ou Não-Intencional. No primeiro caso o aditivo é usado segundo um objetivo prévio, qual seja o de impedir deteriorações (conservantes), manter o aspecto e a cor, intensificar o aroma, etc. No segundo caso, o produto químico existe em decorrência de um processo de fabricação, da manipulação, da embalagem e estocagem, existindo geralmente de forma residual. São considerados pelos técnicos da FAO como agentes contaminantes, pois resultam do uso de herbicidas seletivos ou gerais, pesticidas, adubos químicos, antibióticos, fungicidas, toxinas industriais, contaminantes metálicos, etc.

Os Principais Aditivos Alimentares


Aromatizantes: Ou flavorizantes representam os aditivos constituídos por substâncias ou compostos usados com o objetivo de intensificar o paladar e o aroma dos alimentos, ou conferir-lhes um sabor que não possuem..

Corantes: São aditivos usados para dar cor ou realçar o pigmento. São usados principalmente para atrair a atenção, criando-se uma cor-imitação ou realçando uma cor natural, sem que possuam qualquer princípio nutritivo..

Conservantes:
São usados para manter os alimentos íntegros, manter-lhes o sabor e o aspecto.

Edulcorantes ou adoçantes:
A este grupo de produtos químicos pertencem as substâncias de sabor doce mas que não sejam glicídicas. Sendo assim, não determinam modificações químicas e fermentações específicas produzidas pelos adoçantes açucarados ou que contenham glicose, frutose, dextrose, etc. Os Edulcorantes mais usados são quase todos sintéticos, sendo os mais usados a sacarina e o Ciclamato de sódio.

Antioxidantes:
São aditivos usados pela indústria de alimentos para evitar as alterações provocadas pela oxidação, tais como a rancificação das gorduras (óleos vegetais, gorduras animais e carnes animais que contenham gordura) o escurecimento das frutas, a descoloração das carnes, e deteriorização por oxidação dos sucos de frutas cítricas, a modificação da cor de frituras em saquinhos plásticos.

Estabilizantes e espessantes: São aditivos capazes de manter a densidade ou aumentar a viscosidade do alimento.


Aditivos e seus Efeitos no Organismo:

Antioxidantes

- Acido fosfórico (H.III) - Aumento da ocorrência de cálculos renais.

- Acido nordihidroguairético (A. IV) - Interferência nas enzimas do metabolismo das gorduras.

- Butil-hidroxianisol - BHA - (A.V.); Butil-hidroxitolueno BHT-(A. VI) - Ação tóxica sobre o fígado, interfere na reprodução de cobaias de laboratório.

- Fosfolipídios - (A.VIII) - Acréscimo do colesterol sanguíneo.

- Gelato de propila ou de octila (A.IX) - Reações alérgicas, interfere na reprodução de animais de laboratório.

- Etilenodiaminote tetracetato de cálcio e dissódico - EDTA - (A.XII)-Descalcificação e redução da absorção de ferro.

Antiumectantes


- Ferrocianeto de sódio, cálcio ou potássio (AU. VI) - Intoxicação nos rins.

Acidulantes

- Acido acético em geral - Cirrose hepática, descalcificação dos dentes e dos ossos.

Corantes

- Todos - (CI) (CII) - Reações alérgicas: alguns possuem ações tóxicas sobre o feto ou são terstogênicos, ou seja, podem fazer nascer crianças-monstro; anemia hemolítica; o caramelo, quando preparado de modo inadequado, pode conter substâncias capazes de causar convulsões.

Conservadores

- Acido benzóico (PI) - Alergia, distúrbios gastrintestinais.

- Esteres do ácido hidroxibenzóico (P III) - Dermatite; redução de atividade motora.

- Dióxido de enxofre e derivados (PV) - Redução do nível de vitaminas B¹ nos alimentos; aumenta a freqüência de mutações genéticas em animais de laboratório.

- Antibióticos (oxitetraciclina, cloretetraciclina e outros) (PVI) - Desenvolvimento de raças de bactérias resistentes aos antibióticos; reação de hipersensibilidade.

- Nitratos, Nitritos (P VII) (P VIII) - Ao combinarem-se com as aminas de várias fontes alimentares, originam as nitrosaminas, que podem causar câncer gástrico e do esôfago.

- Éster dietilpirocarbônico (PX) - Formação de uretanos (carbonato de etilo, solúvel em água), que são cancerígenos.

Edulcorantes

Sacarina (DI) - Causa câncer na bexiga de animais de laboratório.

Espessantes


Em geral: Irritação da mucosa intestinal; ação laxante.

Estabilizantes

- Polifosfatos (ET XV ET XI XVIII) - Elevação da ocorrência de cálculos renais; distúrbios gastrintestinais.

Aromatizantes


- Em geral – Alergia; retardam o crescimento e produzem câncer em animais de laboratório.

Umectantes

- Dioctil sulfossuccinato de sódio (U III) – Distúrbios gastrointestinais circulação pulmonar.
...................................................................................................................................
Entende agora porque é urgente o retorno para uma alimentação mais natural, com o velho e bom feijão com arroz (integral) com temperinho caseiro de cebola, alho, a salada crua, o consumo de legumes, raízes, frutas, sementes? Simplesmente porque dessa forma estará nutrindo o seu corpo de vitaminas, sais minerais, nutrientes que existem dentro de nós e precisam ser repostos. Da mesma maneira como se deve coloca um bom combustível no seu veículo seja carro, moto, ônibus, barco...etc, para um bom desempenho, nosso corpo é o veículo de nossa caminhada pela vida e precisamos mantê-lo em ordem, chega daquele jargão "é mal da idade" as crianças também não estão mais fora dessa assim como os animais.

Nosso organismo está pedindo SOCORRO! Escute!
Um abraço e até a próxima
Ivone Leão
Apaixonada pela Vida!



Nenhum comentário: