Ivone Leão

Google+ Followers

domingo, 14 de abril de 2013

Pesquisas sobre o uso do refrigerante


Nova Iorque quer proibir venda ... clique na foto
Dentro de meus estudos encontro médicos conscientes e atualizados que vem atestando que o uso de refrigerantes potencializa o aparecimento de inúmeras doenças e provoca a baixa da imunidade, e é cada vez mais pesquisas reafirmam essa realidade como é o caso da realizada pela Universidade de Harvard uma universidade de renome internacional de onde temos as melhores referências escutei primeiro no Jornal da Cultura e fazendo mais algumas buscas separei uma matéria bem abrangente que deixo abaixo, incluindo link.
Pesquisa realizada pela Universidade de Harvard EUA, atestam que no ano de 2010, 185 mil pessoas morreram associado ao consumo de de bebidas açucaradas, como refrigerante, chá e suco.
 
Pesquisadores da Universidade Harvard, nos Estados Unidos, concluíram que o consumo de refrigerantes e outras bebidas industrializadas que contêm adição de açúcar está ligado a 180.000 mortes no mundo em 2010, sendo que a maior parte desses óbitos aconteceu em países de baixa ou média renda. Esses achados foram apresentados nesta terça-feira em Nova Orleans, durante um encontro da Associação Americana do Coração.

Segundo Gitanjali Singh, coordenadora do estudo que levou a essas conclusões, esses dados são surpreendentes, já que “muitas vezes nós associamos o problema do consumo exagerado de refrigerantes somente a países mais ricos”, disse. Para ela, sua pesquisa reforça a necessidade de políticas públicas que busquem reduzir o consumo de bebidas industrializadas açucaradas.

Durante a apresentação de seu estudo, Singh afirmou, porém, que o fato de milhares de mortes estarem associadas ao consumo de bebidas industrializadas açucaradas não significa que os produtos provoquem diretamente esses óbitos. O que existe é uma relação entre o hábito e uma maior prevalência de mortes causadas por doenças como as cardíacas, o diabetes e alguns tipos de câncer. Ou seja, o consumo desses produtos pode vir junto com outros fatores que elevam o risco desses problemas. Mesmo assim, Singh acredita que é possível estimar o número de mortes ligadas às bebidas.

A pesquisa da Harvard levou em consideração levantamentos nutricionais feitos ao redor do mundo e também as características de consumo de refrigerantes e outras bebidas açucaradas em vários países. Os autores concluíram que, em 2010, 180.000 mortes no mundo são atribuíveis ao consumo dessas bebidas, sendo que 130.000 foram causadas pelo diabetes, 45.000 por doenças cardíacas e 4.600 por diferentes tipos de câncer.

Revista Veja março de 2013
http://veja.abril.com.br/noticia/saude/refrigerantes-estao-ligados-a-180-000-mortes-por-ano

Nenhum comentário: