Ivone Leão

Google+ Followers

sábado, 12 de janeiro de 2013

Flores de ébano...



Houve uma temporada em que trabalhei numa empresa de informática e Lan house e ali vivi experiências humanas enriquecedoras. Como a que vim contar aqui hoje...
 

...Era um sábado de manhã, eu estava sozinha quando entrou para usar a Lan três mulheres negras, uma mocinha que aparentava seus quinze anos e outras duas mais novas entre treze e onze anos de idade. Irmãs, a mais velha fez o cadastro necessário para utilizar um computador. Passado o tempo que a mais velha disponibilizara no computador as três irmãs se despediram para voltar pouco depois com a autorização assinada pela mãe a fim de formalizar as normas da casa. Dessa vez as duas mais novas também
se cadastraram e em seguida escolheu cada uma seu computador.

Enquanto eu desembaraçava para as meninas questionamentos sobre o uso da rede observava a beleza de suas peles negras como veludo. As irmãs estavam vestidas sem luxo, mas com roupas sóbrias de muito bom gosto e quando sorriam de encantamento pelas novas descobertas se descortinava uma cordilheira de dentes branquinhos impecáveis.

Minha alma viveu ali uma sensação de encantamento, aquele contato com criaturas doces de gestos espontâneos... ponderei a beleza de poder como mulher branca estar servindo a elas com toda a dedicação as tecnologias disponíveis... me senti naquela oportunidade numa dimensão diferente entre um passado distante e o presente.

Desde menina sinto grande atração pela humanidade, amo a experiência de viver e suas oportunidades de refazer, como nessa ocasião, equívocos sociais como quando do tempo em que muitos irmãos sofreram de maneira absurda a escravidão e seus horrores devido a sua pele negra e eu como humanidade me sinto responsável em ressarcir de algum modo fazendo a minha parte curando as memórias que ficam armazenadas em algum canto do universo... Memórias tristes como o tempo tenebroso do escravagismo...



Meu agradecimento a


Sarah


Ruth


e Mariana


Ivone


4 comentários:

maria alice aporta Duarte disse...

,querida,gostei muito de sua mensagem,FLORES DO ÉBANO.Todos nós somos devedores em relação ao tempo da escravidão.E até hoje persistem vários problemas,como todos nós sabemos,mas nos omitimos.Talvez em outras vidas também fomos flores do ébano....um bj.

Samara Campos disse...

Ivoninha adorei tb, bela escrita!!!

Ivone Leão disse...

Samararinha esse teu doce coração que riqueza de amiga a vida me trouxe!!

Ivone Leão disse...

Maria Alice que bom que gostou do texto e mais que tenha esse olhar abrangente sobre a vida!! É um prazer pra mim te-la dividindo esse espaço. venha sempre!! bj querida!!