Ivone Leão

Google+ Followers

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Autistas dica de Tom Leão

meu filho Tom 24/07

Meu filho Tom que está completando 12 anos no inicio de Agosto, é um garoto como todos, alegre, meio sem atenção pra certas coisas e bem extrovertido, o que não o impede de ser emburrado e chato as vezes.

Mas uma coisa acho muito bacana, ele aprendeu a gostar de MPB por influência do meio, eu amo a boa música e sempre foi assim, minha casa é regada de beleza sonora.

E o maior barato é que meus netos também já estão seguindo a trilha influenciados por meu filho Evandro pai de tres dos quatro que tenho.

Voltando ao Tom, nós dois trocamos muitas idéias somos bons amigos e hoje ele veio até mim e disse... mãe deixa eu mostrar o amigo autista da turma da Mônica e foi até o YouTube me mostrar os vídeos... estamos postando um deles.


eu e meu neto Vinícius 24/07



Desde bem novos começamos a formar conceitos e são os pais e responsáveis pelas crianças que devem estimular um olhar saudável pelas diferenças com toda certeza!!

O nosso Maurício de Souza (gênio brasuka) sabe muito bem disso pois atua maravilhosamente com seus personagens mostrando sempre as diferenças e agora trazendo o André amigo autista da turma da Mônica!!



Ivone e Tom Leão
amigos e unidos pelo umbigo rsrsrs


+ INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES

O autismo faz parte de um grupo de desordens do cérebro chamado de Transtorno Invasivo do Desenvolvimento (TID) – também conhecido como Transtorno Global do Desenvolvimento (TGD). Para muitos, o autismo remete à imagem dos casos mais graves, mas há vários níveis dentro do espectro autista. Nos limites dessa variação, há desde casos com sérios comprometimentos do cérebro a raros casos com diversas habilidades mentais, como a Síndrome de Asperger (um tipo leve de autismo) – atribuído inclusive aos gênios Leonardo Da Vinci, Michelangelo, Mozart e Einstein.

No mundo, há mais de 35 milhões de pessoas com autismo!

A fim de alertar o planeta para essa tão séria questão, a ONU (Organização das Nações Unidas) criou em 2008 o Dia Mundial da Conscientização do Autismo (World Autism Awareness Day), no dia 2 de abril de cada ano!


Eu como mãe de cinco filhos sei que é uma missão de extrema dedicação cuidar de um Ser desde a sua concepção, durante a gestação...

Depois de seu nascimento, durante a infância, adolescência, e por fim pela vida toda.

 Meu filho mais velho está com 33 anos, hoje ele é casado, pai de uma menina linda, independente e bem estruturado profissional e financeiramente.

Mas eu  sei também que esse é um laço que nunca se desfaz, a felicidade de um filho é a nossa felicidade, sua tristeza e mal estar também é o nosso.

Imagino a redobrada dedicação de uma mulher a um filho autista, quantos preconceitos enfrenta, quanta luta.

Um de meus filhos já andou perdido pelo craque e eu sei a exclusão que sofri dentro da minha própria familia e quanto preconceito. É uma batalha solitária, de um sofrimento desumano, mas com muito amor, fé e dedicação hoje ele esta totalmente recuperado.

Mas as mães que tem um filho com uma diferença social como o Autismo, iram encarar muito provavelmente por toda a vida uma luta incessante e com poucos que a estenderam os braços.

Apenas quando nos tornarmos pessoas realmente conscientes do outro, solidárias, nos educando e educando nossos filhos com olhos de bondade, respeitando as diferenças, sejam elas nos mais variados setores da vida, evitaremos tantos outros males emocionais iniciados por vezes no preconceite, descaso e discriminação.

Abraço, e obrigada pela atenção!!
Ivone Leão
Pelo respeito a vida!

O conhecimento se aprende na escola,
a sabedoria só no corriqueiro da vida. Cora Coralina


3 comentários:

ANGELO NICOLACE disse...

Ivone, Parabéns pelo assunto abordado.


E o Chico Xavier falou ao médico:

“-É preciso que os pais dessa criança conversem muito com ela, principalmente a mãe. É necessário chamar o Espírito para o corpo. Se não agirmos assim, muitos Espíritos não permanecerão na carne, porque a reencarnação para eles é muito dolorosa”.

Mensagens abencoadoras!!! disse...

OI amiga!
Passei para dize ""oi amada""para ti!!
Que bacana este depoimento sobre autismo, seu cantinho e super informativo.Eu convivi a vida toda com meu irmãozinho com uma deficiencia que lembrava muito os altistas, e era bastante complicado para todos.Principalmente porque na Época não sabiamos como lidar com ele.
Fka na paz
Bjuss pra ti!
com carinho
Marly

Ivone Leão disse...

Olá Marly, essa flor mais linda de Deus!!
Mas é isso mesmo, o não conhecimento complica tanto, precisamos tratar desses assuntos a fim de justamente por a luz!!

Paz pro seu dia!!
Bjo
Ivone